Clipping: ‘A terceira moeda argentina não convence’

Enquanto o novo presidente da Argentina, Adolfo Rodríguez Saá, consolida-se no poder, os investidores expressaram seu ceticismo com relação à proposta de introduzir uma moeda paralela para ajudar a Argentina a sair da limitação monetária que atrela o valor do peso ao do dólar.

Por Matt Moffett e Michelle Wallin readatores de The Wall Street Journal

26 de dezembro de 2001

A ideia que Rodríguez Saá e seus assessores explicaram consiste em atribuir liquidez à economia sem quebrar com a convertibilidade, o que conduziria a uma traumática desvalorização do peso. O sistema de convertibilidade proíbe a impressão de moeda se não houver reservas em dólar para lastreá-la. Isso limita a capacidade do governo em promover qualquer tipo de injeção monetária que permitisse à Argentina sair da recessão em que se encontra há quatro anos.

O plano incluiria a emissão do que seria tecnicamente um bônus negociável, em vez de uma moeda. Mas tal conceito parece ser inspirado no que já fizeram várias províncias argentinas, que pagam seus funcionários púbicos e prestadores de serviço com bônus que são usados como moeda de curso legal. Mais de US$ 1 bilhão desses bônus já estão em circulação; o principal exemplo é o chamado patacón, emitido pela província de Buenos Aires. Carlos Ruckauf, governador bonaerense, disse que o volume do novo instrumento do presidente da República superaria o dos bônus provinciais em circulação emitidos pelas províncias sem dinheiro. A ausência de uma autoridade federal obrigou cada província a emitir sua própria moeda, disse Ruckauf.

Mas os críticos dizem que essa imensa quantidade de bônus na Argentina corre o risco de sair do controle. Na província de Córdoba, há já quatro tipos de moedas ou bônus em circulação. Alguns investidores estrangeiros dizem estar consternados pela nova proposta de moeda e por outras ideias econômicas de Rodríguez Saá. Ignacio E. Sosa, da One World Investments LP, diz que o plano enfraquece o valor do peso e, eventualmente, tornaria ainda mais dolorosa uma desvalorização. A combinação de imprimir distintas moedas, caso a convertibilidade seja mantida, é simplesmente uma receita para o desastre, diz. Tudo o que fizeram foi postergar o dia do juízo final.

Essas são as más notícias para os detentores de bônus, já que significa que o Estado terá menos dinheiro para pagar seus credores.

Os investidores expressaram suas preocupações na segunda-feira, no dia seguinte à posse de Rodríguez Saá, quando alguns bônus baixaram à cota de US$ 0,25.

José de Mendiguren, presidente da principal organização empresarial do país, conhecida como União Industrial Argentina, disse que o anúncio de Rodríguez Saá marcou o fim da rígida lei de convertibilidade de 1991.

Disse ainda que, enquanto a UIA reconheceu que a “terceira moeda” poderia ajudar a estimular a demanda, essa não era o substitutivo de um sistema monetário permanente e mais flexível. É uma medida provisória para movimentar a economia, disse.

Hernán Fardi, economista da consultoria Maxinver, diz que os economistas argentinos cogitaram a ideia de uma terceira moeda para sair da convertibilidade. Mas sua grande preocupação é se o clima político instável permitirá ao governo emplacar alguma medida econômica que tenha sucesso.

Pamela Druckerman contribuiu neste artigo.

N. do T.: chegou-se mesmo a nomear a natimorta moeda como argentino. Rodríguez Saá foi presidente da Argentina exatamente por uma semana, entre 23 e 30 de dezembro de 2001, no vácuo de poder produzido pela renúncia de Fernando de la Rúa e seu vice. As declarações dadas pelo então presidente do Banco da Nação Argentina, David Expósito, sobre a irresponsabilidade da medida, custou-lhe o cargo, que ocupou por 48 horas.

Artigo original.

patacon20.jpg

O argentino morreu no ventre, mas aí está um chamado patacón, bônus emitido pela província de Buenos Aires para cumprir com suas obrigações financeiras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s